PARTE III

 

Computadores de Quarta Geração


Na década de 80, foi criado o IC LSI - Integratede Circuit Large Scale Integration, ou seja, "Circuito Integrado em Larga Escala de Integração", onde foram desenvolvidas técnicas para se aumentar cada vez mais o número de componentes no mesmo circuito integrado. Alguns tipos de IC LSI incorporavam até 300.000 componentes em uma única pastilha.

Motorola 68000 - 1979
Hewlett-Packerd - SuperChip - 1981
  • um dos chips de 16 bits mais poderosos e versáteis
  • executa multiplicação com uma única operação em vez de realizá-la pela repetição de adições
  • 70.000 componentes
  • multiplica 2 números de 16 bits em 3,3 milionésimos de segundo
  • primeiro microprocessador de 32 bits
  • seu projeto durou 18 meses
  • 450.000 componentes
  • multiplica 2 números de 32 bits em 1,8 milionésimos de segundo


Finalmente, em 1981, a IBM resolve entrar no mercado de microcomputadores com o IBM-PC.


IBM-PC
IBM-PC - 1981

 

MMX
MMX - Micro Doméstico - 1984

 

Computadores de Quinta Geração


Os computadores de Quinta Geração têm como característica o uso de IC VLSI - Integrated Circuit Very Large Scale Integration, ou seja, "Circuitos Integrados em uma Escala Muito Maior de Integração".

Os "chips" vêm diminuito tanto de tamanho, fazendo com que seja possível a criação de computadores cada vez menores, como é o caso da microminiaturização do microprocessador F-100, que mede somente 0,6 cm quadrados e é pequeno o suficiente para passar pelo buraco de uma agulha!

Microprocessador F-100
Microprocessador F-100

 

Classificação dos Computadores


Inicialmente, os computadores eram agrupados em dois tipos:

Podiam também serem classificados quanto às características de utilização:

Ou, quanto às características de operação:

(O computador analógico "mede" e o computador digital "conta")

 


Topo
Volta Índice da História do Computador Próximo


Hospedado na Wideplanet Wideplanet Internet
Fone 0800 55 9047